terça-feira, 8 de dezembro de 2009
















"Recebi um novo coração do pai
Coração regenerado, coração transformado
Coração que é inspirado por Jesus
Como fruto desse novo coração
eu te dou a paz de cristo te abençõo meu irmão
preciosa é a nossa comunhão".

Que o seu dia venha ser cheio da paz do Senhor
E que o seu coração venha transbordar de alegria
Por mais este dia que você ganhou!

Que as suas forças e o seu espírito venham ser renovados
Pelo Espírito Santo de Deus.


Que a palavra que é viva e eficaz, Venha agir na sua vida!!!



BOM DIA!!! FLOR DO DIA =)
Eliane.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009


domingo, 6 de dezembro de 2009

ALÉM DO ESPETÁCULO


“Além do Espetáculo” é o título do Nataleluia 2009, evento que apresentará orquestra, efeitos especiais, teatro de sombras, bailarinos e coral.Serão ao todo 4 apresentações, nos dias 21, 22, 23 e 25 de dezembro de 2009, sempre às 20h30.

Os ingressos podem ser trocados na PIB Curitiba, ao trazer 2kg de alimentos não perecíveis.

Sinopse:Demétrio é um talentoso ator que, na penúltima apresentação de um musical de natal, percebe que em algum momento de sua vida os seus objetivos foram se esvaindo. É com essa perda de propósitos que ele se depara logo no início do espetáculo, quando, inesperadamente, ele se dá conta que a sua vida não passa de um grande espetáculo; isto é, ele percebe que está preso dentro de uma realidade falsamente montada para que as coisas dêem certo, e, como em um espetáculo teatral na íntegra, as cenas chegam até a se repetir.
Essa grande descoberta só é alcançada através de elementos do teatro clássico que irrompem a vida de Demétrio fazendo com que ele se motive a despertar dessa ilusão que sua vida acabou se tornando; é como se o peixe se desse conta da existência da água e quisesse conhecer o jardim. Uma tarefa nada fácil, como seria de se esperar.
Nessa busca pela saída, Demétrio tem a inusitada ajuda de seus contrarregras, que, de forma atrapalhada e cômica, o levam à ver coisas que há muito tempo não tinha percebido: a necessidade da presença de Deus em sua vida; que, invariavelmente, lhe concederá o melhor propósito de todos.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Crie filhos em vez de herdeiros.
Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete.
Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela.
Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama.
Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas.
Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?
Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos.
Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas…
“…e quem sabe assim você seja promovido a melhor (amigo/amiga/pai/mãe/filho/filha/namorada/namorado/marido/esposa/irmão/irmã… etc.)
do mundo!”
Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos.
" campanha publicitária do Citibank".

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Eu estou certo.






Por que queremos sempre ser os donos da verdade?
Por que nossas ideias precisam sempre prevalecer?
Será que precisamos vencer todas as discussões que travamos?
Dale Carnegie, escritor e orador americano, autor do best seller: Como fazer amigos e influenciar pessoas, narra uma experiência particular muito rica.
Conta ele:


Certa noite, estava num banquete dado em honra a um homem muito importante.
Durante esse banquete, um outro homem que estava sentado ao meu lado contou um caso que girava em torno da seguinte afirmativa: "Há uma Divindade que protege nossos objetivos, traçando-os como os desejamos."
Ele mencionou que tal frase era da Bíblia.
Enganara-se. Eu sabia disso. Sabia, e com toda a certeza. Não podia haver a menor dúvida a respeito.
E assim, para conseguir um ar de importância e demonstrar minha superioridade, tornei-me um importuno e intrometido encarregando-me de corrigi-lo.
Acionou suas baterias. "Quê? De Shakespeare? Impossível! Absurdo! Essa frase era da Bíblia." E ele conhecia.
O homem que narrava o caso estava sentado á minha direita, e o senhor Frank Gammond, meu velho amigo, à minha esquerda.
O Sr. Gammond havia dedicado anos ao estudo de Shakespeare. Assim, o narrador e eu concordamos em submeter a questão ao Sr. Gammond.
Este escutou, cutucou-me por baixo da mesa e disse: "Dale, você está errado. O cavalheiro tem razão, a frase é da Bíblia."
De volta para casa, disse ao Sr. Gammond: "Frank, eu sei que a frase é de Shakespeare."
"Sim, naturalmente", respondeu. "Hamlet, ato V, cena 2. Mas nós éramos convidados numa ocasião festiva, meu caro Dale.
Por que provar a um homem que ele estava errado? Isso iria fazer com que ele gostasse de você? Por que não evitar que ele ficasse envergonhado?
Não pediu sua opinião. Não a queria. Por que discutir com ele? Evite sempre um ângulo agudo."
O homem que me disse isso ensinou-me uma lição inesquecível. Eu não só tinha embaraçado aquele contador de estórias, como também o meu amigo.
Teria sido muito melhor se eu não tivesse sido argumentativo.
* * *
A necessidade de sermos aceitos num grupo, de mostrar o que sabemos, muitas vezes nos coloca em situações desagradáveis.
Somos descorteses e inconvenientes, querendo provar um ponto de vista com veemência, apenas para que todos percebam como eu estava certo.
Será que o mais importante nessas conversas é estar certo ou ser polido, fraterno com a outra pessoa?
Por que nossas ideias precisam sempre prevalecer?
Eis o orgulho disfarçado de sapiência, de eloquência, esquecendo que o amor nos faz querer ajudar o outro, em toda oportunidade, e nunca desmerecê-lo.
Pensemos sobre isso, e nas conversações lembremos de dar espaço ao outro, de procurar exaltar as qualidades do próximo, sendo polidos e amáveis em toda oportunidade.
A caridade tem mais nuances do que se pode imaginar.


Trecho do Livro:

-"Como fazer amigos e influenciar pessoas".

de Dale Carnegie

Ed. Companhia Editora Nacional

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Obrigada...


PORQUE ASSIM COMO A PLANTINHA TENRA NECESSITA DO SOL
PARA SE TORNAR UMA FLOR,
EU NECESSITO DO CARINHO, E AMOR DE TODOS VOCÊS!
Eliane Lopes




Vilma:
1 dez Oi flor !!!Que saudades !!!PARABÉS atrazado... rsBeijos !!


http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=14625630449386471277
30 nov Oie...Parabéns miga... desejo muitas felicidades...beijos

(*) MARISA:
30 nov Aniversário, aqui:www.MensagensMagicas.com/aniversario.html


Nathan CARLOS ST:
30 nov

oi tia
feliz aniversario te amo ♥

Maureen:
30 nov

Oi querida, quanto tempo hein?! Como vc está? Espero que esteja muito bem, afinal é seu aniversário, dia de festa! =)
Quero lhe desejar felicidades, saúde, prosperidade, por muitos e muitos anos... e que vc continue sendo esta pessoa cativante, amiga, sincera, otimista, sensível e amorosa de sempre!
Gosto muito de vc e, apesar da distância, te considero uma amiga de verdade, mesmo sendo virtual! kkkk
Amiga, tudo de bom pra, curta muito o seu dia!
Beijão



ઇ‍ઉ Day:
30 nov

Oiiie parabénss....
felicidades que seus sonhos sejam todos realizados...
bjoss


Elizete:
30 nov

e ai amiga!!!!!!!!!parabéns pelo dia de hoje!!!!muitas felicidades vc merece!!bjks mil

Denise:
30 nov

Felicidades, tudo de melhor que a vida possa te oferecer....Parabens


Thairine:
30 nov

Parabens Amoure.... que Deus ilumine mto seus passos e te de muita felicidade hj e sempre .... mega beijos!!!!


Anα:
30 nov

Parabéns Eliane ....
felicidades que DEUS te proteja sempre
beijo
ivanaa:
30 nov

Parabéns minha amiga linda e que Deus realize todos os teus sonhos hj e sempre!!!Bjs e te amo muito,muitoo.FELIZ ANIVERSÁRIO!!VIVA A NANAAAAAA
Você pode copiar e colar HTML de outro site aqui.


♥ Gii ....:
30 nov

Paraaaaaaabénsss Gatonaaaaaaaa tudo de bom pra vccc muitos anos de vida e de Livrariasssssss kkkkkkkkk bjusssss


εïз Kath:
30 nov

Parabéns pra vocêNesta data queridaMuitas felicidadesMuitos anos de vidaCom Deus ao seu ladoUm novo por virQue a vida lhe seja Um eterno sorrir


Makeli:
30 nov

Parabéns Lika, tudo de bom pra vc, uma vida cheia de luz...
Bjão!!!


ੴƒαвιੴ:
30 nov

Oi Eliane..MOça, feliz aniversario pra vc..Felicidades hj e sempre..Que Deus continue a guiar sua travessia..Grande e fraterno abraço..


Sandrinha:
30 nov

Oi amiga muitas felicidadese tudoooo diiii bommm semmmpreeeeBeijocassssssss


OLA cunhadinhaa meu pudicoo anjinhoo ,meu amor heheh Desejo a vc um dia repleto de alegrias e paz que vc continue esta pessoa maravilhosa que seos sonhos se realizem e que deus esteja sempre a seo lado lhe protejendo e iluminando seos caminhos ,o niver e seo mas o presente e todo meu por vc faser parte da minha vida te amo de montao vc tem um lugar reservado dentro do meu coraçao ♥ &nb


Elce:
30 nov

Oieeeeeeeeeee!!!! Parabéns lindona!!! Td de melhor pra vc! Jesus te abençoe sempre... Abraço grande!


ingridy:
30 nov

oi eliane parabens muitas felicidades muitos anos de vida que DEUS te abençoe e te enlumine beijos fica com DEUS


♥ ROSITA:
30 nov
Felicidadessss, saúde e muito sucesso p vc Eliane!!!Tenha uma ótima semaninha!Beijosss...


monica:
30 nov

Oi, parabens, tudo de bom, muita paz saude e muitas realizações em sua vida...saudades, bjssssssssssssssssssssssssssssssss

alessandro &rosi:
29 nov

LOVE YOU


QUE DEUS REALIZE TODOS SEUS SONHOS SAUDADES DE VCS BJS


CUNHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA FELIZ NIVER


domingo, 22 de novembro de 2009

A FLOR DO AMOR



Quando em teu coração desabrocha, cheia de vida, a flor perfumada do amor, lembra-te que alguém a plantou certo dia, dentro de ti.

Quando o teu coração se ilumina do suave colorido do pôr-do-sol, lembra-te que alguém amanheceu contigo.

Quando o fogo da paixão abrasa o teu coração, consumindo todas as tuas fibras, na imolação do prazer, lembra-te que alguém acendeu esta chama.

Quando teu coração estiver bordado de sonhos dourados, tecidos com fios de luar, lembra-te que alguém coloriu teu mundo interior.

Quando a noite encontrar-te com o coração partido e angustiado pelas amarguras colhidas durante o dia, lembra-te que alguém possui o lenitivo de que precisas.

Quando teu rosto não puder conter a torrente de lágrimas que se afundam pelas dobras do travesseiro, lembra-te que existe alguém te esperando de lenço na mão.

Quando a insônia te envolve desesperadamente na cama, lembra-te que alguém pode semear sonhos de paz em tua mente.

Quando a solidão te oprimir e o teu grito não encontrar eco, lembra-te que lá do outro lado alguém ama a tua companhia e entende o teu clamor.

Quando os teus segredos não cabem mais dentro de ti, ameaçando romper os diques de tua alma, lembra-te que existe alguém disposto a recolhê-los e guardá-los com o carinho e a dignidade que tu esperas.

Quando em teu coração mora o azul do céu, a calidez do sol, o gorjeio dos pássaros, o perfume das flores, a nostalgia do entardecer, o encanto das manhãs, a serenidade dos lagos e o sorriso da ventura, lembra-te que alguém tocou o teu coração com a varinha milagrosa do amor.

Tu, que amas e vives no controvertido mundo do arco-íris e da escuridão, da calma e da agitação, da paz e da instabilidade, saibas que existe mais alguém habitando o teu planeta!

Nas horas felizes, partilha com ele teus sorrisos;

Nas horas de solidão, vai, levanta-te e o procura, onde quer que ele esteja.

Ele não é senão parte de ti, assim como tu és parte dele.

Não olhes o relógio! Que importa as horas?

A vida é tão curta, não há tempo a perder.

Tu que amas, se tiveres a coragem e a singeleza de assim o fazer, abra teus lábios e canta o milagre do amor, porque só o amor aproxima as pessoas e faz com que falem a mesma linguagem.


Lauro Trevisam

terça-feira, 17 de novembro de 2009

O PERDÃO





Meu coração se abre para o perdão.
Através do perdão alcanço o amor.
Hoje presto atenção nos meus sentimentos e cuido de mim amorosamente.
Sei que todos os meus sentimentos são meus amigos.
O passado ficou para trás, não tem nenhum poder agora.
Os pensamentos deste momento criam o meu futuro.Não quero ser uma vítima.
Eu me recuso a sentir desamparo. Afirmo meu próprio poder.
Eu me concedo o dom de estar livre do passado e me volto com alegria para o presente.
Eu obtenho a ajuda de que preciso, de diversas fontes.
Meu sistema de apoio é: forte e afetuoso.
Não existe problema grande ou pequeno que não possa ser resolvido com amor.
À medida que mudo meus pensamentos, o mundo à minha volta também muda.
Estou pronto para ser curado.
Estou disposto a perdoar. Tudo está bem.
Quando cometo um erro, eu me dou conta de que isso faz parte do meu processo de aprendizado.
Perdôo as pessoas do meu passado por todos os seus erros.
Eu as libero com amor.
Todas as mudanças que ocorrerem em minha vida são positivas. Sinto segurança.
Por meio do perdão chego à compreensão e sinto compaixão por todos.
Cada dia é uma nova oportunidade. O ontem já passou.
Hoje é o primeiro dia do meu futuro.Padrões antigos e negativos não me limitam mais.
Eu me desapego deles facilmente.Sei perdoar, sou amoroso, bom e gentil, e sei que a vida me ama.
Ao me perdoar, fica mais fácil perdoar os outros.
Amo e aceito os membros da minha família tal como são neste exato momento.
Sei perdoar, sou amoroso, bom e gentil, e sei que a vida me ama.
Louise Hay

terça-feira, 10 de novembro de 2009

A inteireza da vida



Ninguém vive pela metade. O espaço de vida de cada um é o que cada qual tem de inteiro. Se dura vinte ou cinqüenta anos, não faz diferença. O que conta é que uma vida é uma vida.
Não existe meio amor, meia felicidade, meia saudade. Todo sentimento por si só é inteiro. Ou a gente é feliz ou não é; ou ama, ou não ama; ou quer, ou não quer. Quando amamos, dúvida não existe; se queremos realmente, dúvida não existe; se somos felizes... cadê o espaço pra infelicidade, se a felicidade toma conta de tudo?!
Então, se você se sente nesse meio caminho, talvez seja o momento de parar e refletir um pouco na sua existência. A vida é inteira, mas não temos a vida inteira para decidirmos vivê-la intensamente. Temos o agora. Há quem diga que pelo fato de ser jovem ainda tem tempo. Mas quem, além de Deus, sabe dizer a medida da vida de cada um? Perdemos preciosos minutos no nosso hoje com a idéia que amanhã as coisas acontecerão e que podemos esperar.
Quando começamos a medir e pesar nossos sentimentos, não vamos a lugar nenhum. Haverá sempre uma luta cerrada entre o coração que quer viver e a razão que mede conseqüências. Medindo dificuldades, não fazemos nada. Se devemos medir alguma coisa, devem ser então as possibilidades. Aí sim estamos no caminho certo.
Para os pessimistas uma pedra é um estorvo, para os otimistas é um pedacinho do alicerce da própria vida. O segredo está no olhar com que cada um vê as situações.
Só enfrentando os medos e o desconhecido é que conseguiremos viver de forma inteira essa vida que se oferece a nós em pedaços. Ninguém disse que não há riscos. Mas não é melhor arriscar do que viver o restante dos nossos dias na infelicidade de se perguntar o que teria sido se tivéssemos tentado?
Quando fizer alguma coisa, faça com inteireza de coração. Ame totalmente, ria totalmente, faça de tudo um todo. A vida é bela demais para ser deixada em suspenso. O amor é bom demais para que possamos vivê-lo em pequenas partes, sem que o tornemos real e possível.
Tente viver com a metade do seu coração e veja se consegue... difícil ser feliz sem ser completo. Impossível ser completo parado num caminho de indecisões.
O coração talvez não seja o melhor conselheiro. Mas é o que nos mantém vivos e que está sempre junto, sempre ligado a nós. Deixe, pelo menos uma vez, que ele fale mais alto...


Letícia Thompson

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Solidão




Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo...

Isto é carência!

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...

Isto é saudade!

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos...

Isto é equilíbrio!

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida...

Isto é um princípio da natureza!

Solidão não é um vazio de gente ao nosso lado...

Isto é circunstância!

Solidão é muito mais do que isto!

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma!

Francisco Buarque de Holanda

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

QUASE...


Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase.
É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém,preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.
(Autoria atribuída a Luís Fernando Veríssimo, mas que ele mesmo diz ser de Sarah Westphal Batista da Silva, em sua coluna do dia 31 de março de 2005 do jornal O Globo)

quarta-feira, 21 de outubro de 2009



Dos relacionamentos que você já teve, quais foram as ocasiões em que verdadeiramente você foi modificado para melhor?

Será que você é a lembrança doida na vida de alguém?

Será que você já construiu cativeiros?

Ou será que já viveu em algum?

Será que já idealizou demais as situações, as pessoas, e por isso perdeu a oportunidade de encontrar situações e as pessoas certas?

Sejam quais forem as respostas, não tenha medo delas.

Perguntar-se é uma maneira interessante de se descobrir como pessoa, pois as perguntas são pontes que nos favorecem travessias.


De: Pe. Fábio de Melo

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Homenagem ao meu afilhado DAVID HELISSON






















S E R C R I A N Ç A ...

Ser criança é acreditar que tudo é possível.

É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco
E se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos.

Ser criança é fazer amigos,
Antes mesmo de saber o nome deles.
É conseguir perdoar, muito mais fácil do que brigar

Ser criança é ter o dia mais feliz da vida,
Todos os dias,
Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser...


PARABÉNS! A TODAS AS CRIANÇAS...


Autoria: Gilberto dos Reis.

sábado, 10 de outubro de 2009

Letra da Música Sol de Primavera


Sol De Primavera

Quando entrar setembro
E a boa nova andar nos campos
Quero ver brotar o perdão
Onde a gente plantou
Juntos outra vez...
Já sonhamos juntos
Semeando as canções no vento
Quero ver crescer nossa voz
No que falta sonhar...
Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha nos trazer...
Sol de primavera
Abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de có
Só nos resta aprender
Aprender...
Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha trazer...Sol de primavera
Abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de có
Só nos resta aprender
Aprender...

Beto Guedes e Ronaldo Bastos

sexta-feira, 9 de outubro de 2009





Olá a todos!!!

Como já devem ter visto, o blog passou por algumas reformas, precisei fazer alguns ajustes que há muito tempo se fazia necessário.

Como a idéia era adquirir um template, precisei ir a busca; UFA! e como todo blogueiro iniciante senti uma tremenda dificuldade... pois entender de HTML; não é para qualquer um.

Após encontrar, surgiu outro problema! aiaiai!!!

O nome e a imagem do blog ficaram desconexos... Help! foi aí que tive a idéia de procurar minha amiga Suzan Navarro para me dar uma sugestão... foram longas horas de pesquisa rsrsrs e foi engraçado, porque ela disse: "ser muito difícil me agradar."

Enfim! Chegamos a conclusão : " FLORESCENDO A EXISTÊNCIA".
Amiga linda... muito obrigada! valeu te devo essa... Beijos!

E para vocês visitantes e seguidores do Blog espero que gostem do novo visual! Ah! e desculpem as mudanças tão repentinas.
Beijos, um ótimo final de semana e feriado também!




"Foi o tempo que gastaste com a tua rosa que a fez tão importante."

domingo, 4 de outubro de 2009


DESVIOS ERRADOS E BALDES QUE VAZAM

É muito frequente nos sentirmos impedidos de mudar de curso por causa do elevado valor que julgamos ter investido no caminho errado. Temos a impressão de que mudar de rumo significaria admitir que desperdiçamos até mesmo maior parte da nossa vida. Este fato parece doloroso demais para suportar. O que fazer com os desvios errados, com os anos de imitação?
Precisamos entender que esses anos não foram desperdiçados. Todos os nossos desvios fazem parte da nossa história. A única maneira de realizarmos as marcas da nossa alma é através do caminho que percorremos. Ao assimilar esta afirmação, você pode olhar para trás, vendo todos os emaranhados e becos sem saída do seu caminho, e entender porque você teve que passar pelas experiências que viveu. Você não esteve em nenhum lugar onde não precisasse estar. A história a seguir exemplifica muito bem as palavras do autor acima:

- Todas a manhãs, o carregador de água de Stanislav saía do poço na periferia da aldeia e percorria a pé as mesmas ruas do lugarejo, carregando dois baldes de água para seus clientes. Diariamente ele executava esta rotina com uma alegria simples.
  Certo dia, o carregador estava particularmente feliz e começou a cantar no caminho. Mas sua canção foi interrompida por um som de choro vindo de um dos baldes. O balde disse: "Como você pode cantar com tanta alegria? você está cego? não percebe que tem na mão um balde de má qualidade? Você não se dá conta de que há anos eu venho vazando? Olhe para o outro balde. Ele não vaza. Não sei por que você não me jogou fora há muito tempo.De que adianta um balde que vaza?
  O carregador de água respondeu delicadamente ao balde: " Não, meu balde, é você que está cego. Veja bem, vou lhe mostrar".
  Com essas palavras, o carregador fez um grande movimento em direção ao solo debaixo do balde, apontando para o caminho que eles percorriam há anos. "Olhe, meu balde vazante, para seu lado do trajeto; veja as margaridas amarelas, os vermelhos morangos silvestres,o verde exuberante. Olhe agora para o outro lado do percurso, veja o solo debaixo do meu resistente balde que não vaza; lá só existe terra e cascalho. Toda essa beleza acontece por causa do seu vazamento. Durante anos você regou este lado do caminho, tornando-o a mais bela estrada de Stanislav. É seu vazamento que me faz cantar!"
  Vazando enquanto avanço, pelo menos tenho a esperança de ter deixado atrás de mim uma fileira de margaridas para enfeitar a estrada. E cabe perguntar:
 Será que não somos todos vasos imperfeitos para a luz? Vazando iluminação ao longo do caminho?


TEXTO RETIRADO DO LIVRO - "As marcas da alma".
 DE: MARC GAFNI
         DESCOBRINDO  SUA  IDENTIDADE  ESPIRITUAL.

Ao finalizar a leitura do livro - " As marcas da alma"; dedico esse texto a todos os visitantes do blog e em especial ao grupo do Yahoo o qual sou membro.





domingo, 20 de setembro de 2009

Para que serve uma relação?













Por Martha Medeiros:
Lendo a entrevista que o médico e escritor Drauzio Varella deu para a revista Marie Claire, encontrei a definição mais simples e exata sobre o sentido de mantermos uma relação: "uma relação tem que servir para tornar a vida dos dois mais fácil".
Vou dar continuidade a esta afirmação porque o assunto é bom e merece ser desenvolvido. Algumas pessoas mantém relações para se sentirem integradas na sociedade, para provarem a si mesmas que são capazes de ser amadas, para evitar a solidão, por dinheiro ou por preguiça. Todos fadados à frustração.Uma relação tem que servir para você se sentir 100% à vontade com outra pessoa, à vontade para concordar com ela e discordar dela, para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas, para ter alguém que instale o som novo enquanto você prepara uma omelete, para ter alguém com quem viajar para um país distante, para ter alguém com quem ficar em silêncio sem que nenhum dos dois se incomode com isso.Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e, quase sempre, estimular você a ser do jeito que é, de cara lavada e bonita a seu modo. Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações, para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças que há entre as pessoas, e deve servir para fazer os dois se divertirem demais, mesmo em casa, principalmente em casa.Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto, e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia, e cobrirem o corpo um do outro quando o cobertor cair.Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro no médico, para um perdoar as fraquezas do outro, para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo, e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009


Sinta-se feliz...
O bom humor é contagiante, espalhe-o, fale de coisas boas, de saúde, de sonhos, de amor.
Não se lamente!!
Ajude as outras pessoas a perceberem o que há de bom dentro de si.
Não viva emoções mornas ou vazias.
Cultive seu interior.
Extraia o máximo de pequenas coisas.
Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que você as estima e precisa delas.
Repense os valores e dê a chance de crescer e ser mais feliz.
Tudo que merece ser feito,merece ser bem feito.
Torne suas obrigações atraentes,tenha garra e determinação.
Mude, opine, ame o que faz.
Não trabalhe só por dinheiro, e sim pela satisfação da missão cumprida.
Lembre-se de que nem todos tem a mesma oportunidade.
Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere o melhor.
Transforme seus movimentos em oportunidade.
Veja o lado positivo das coisas e assim tornará seu otimismo uma realidade.
Não inveje.
Admire!!!
Sinta entusiasmo com o sucesso alheio, como seria com o seu próprio.
Idealize um modelo de competência e faça sua auto avaliação para saber o que lhe falta para chegar lá.
Ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo suas habilidades e seu talento.
Só assim não terá tempo de criticar os outros.
Não acumule fracassos e sim experiências.
Tire proveito dos seus problemas e não se deixe abater por eles.
Tenha fé e energia, acredite!!
Você pode tudo que quiser.
Perdoe!!
Seja grande para os aborrecimentos, pobre para a raiva, forte para vencer o medo e feliz para permitir momentos felizes.
Não viva só para o trabalho,
Tenha outras atividades paralelas como esportes, leitura e cultivar amigos.
Ria das coisas a sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida.
E... ame!
Antes de tudo, a você mesmo!!
Por isso, acorde para vencer e...
SORRIA!!
COMEÇAMOS A SER FELIZ, QUANDO SOMOS CAPAZES DE RIR DA GENTE MESMO!!

sábado, 29 de agosto de 2009


















A Sabedoria da Srta. Maynell

John Blanchard levantou do banco, endireitando a jaqueta de seu uniforme e observou as pessoas fazendo seu caminho através da Grand Central Station. Ele procurou pela garota cujo coração ele conhecia, mas o rosto não: a garota com a rosa!
Seu interesse por ela havia começado trinta meses antes, numa biblioteca da Flórida. Tirando um livro da prateleira, ele se pegou intrigado, não com as palavras do livro, mas com as notas feitas a lápis nas margens. A escrita suave refletia uma alma profunda e uma mente cheia de brilho. Na frente do livro, ele descobriu o nome do primeiro proprietário: Srta. Hollis Maynell. Com tempo e esforço ele localizou seu endereço. Ela vivia em New York. Ele escreveu-lhe uma carta, apresentando-se e convidando-a corresponder-se com ele.
Na semana seguinte ele embarcou num navio para servir na II Guerra Mundial. Durante o ano seguinte, mês a mês eles desenvolveram o conhecimento um do outro através de suas cartas. Cada carta era uma semente caindo num coração fértil. Um romance de companheirismo. Blanchard pediu uma fotografia, mas ela recusou... Ela pensava que se, realmente, ele se importasse com ela, sua aparência não importaria...
Quando finalmente chegou o dia em que ele retornou da Europa, eles marcaram seu primeiro encontro - 7 da noite na Grand Central Station em New York. "Você me reconhecerá", ela escreveu, "pela rosa vermelha que estarei usando na lapela". Então, às 7:00 ele estava na estação procurando por uma garota cujo coração ele amava, mas cuja face ele nunca havia visto.

Vou deixar o sr. Blanchard dizer-lhe o que aconteceu: "Uma jovem aproximou-se de mim. Sua figura era alta e magra. Seus cabelos loiros caíam delicadamente sobre os seus ombros; seus olhos eram verdes como água. Sua boca era pequena; seus lábios carnudos e seu queixo tinha uma firmeza delicada. Seu traje verde pálido era como se a primavera tivesse chegado.
Eu me dirigi à ela, inteiramente esquecido de perceber que a mesma não estava usando uma rosa. Como eu me movi em sua direção, um pequeno provocativo sorriso, curvou seus lábios. "Indo para o mesmo lugar que eu marinheiro?", ela murmurou. Quase incontrolavelmente dei um passo para junto dela, e então eu vi Hollis Maynell.
Ela estava parada quase que exatamente atrás da garota. Uma mulher já passada dos 50 anos, ela tinha seus cabelos grisalhos enrolados num coque sobre um chapéu gasto.

A garota de verde seguiu seu caminho rapidamente. Eu me senti como se tivesse sido dividido em dois, tão forte era meu desejo de segui-la e tão profundo era o desejo por aquela mulher cujo espírito, verdadeiramente, me acompanhara e me sustentara através de todas as minhas atribulações.

E então ela parou! Sua face pálida e gorducha era delicada e sensível, seus olhos cinzas tinham um calor e simpatia cintilantes. Eu não hesitei... Meus dedos seguraram a pequena e gasta capa de couro azul do livro que a identificou para mim. Isto podia não ser amor, mas poderia ser algo precioso. Talvez mais que amor, uma amizade pela qual eu seria para sempre cheio de gratidão.
Eu inclinei meus ombros, cumprimentei-a mostrando o livro para ela, ainda pensando, enquanto falava, na amargura do meu desapontamento:
"Sou o Tenente John Blanchard, e você deve ser a Srta. Maynell. Estou muito feliz que tenha podido me encontrar. Posso lhe oferecer um jantar?" O rosto da mulher abriu-se num tolerante sorriso:

"Eu não sei o que está acontecendo", ela respondeu, "aquela jovem de vestido verde que acabou de passar me pediu para colocar esta rosa no casaco. Ainda me disse que, se você me convidasse para jantar, eu deveria lhe dizer que ela estaria esperando por você no restaurante ali da esquina. Me disse que isso era um tipo de teste!"
Não parece difícil, para mim, compreender e admirar a sabedoria da Srta. Maynell.

A verdadeira natureza do coração de uma pessoa é vista na maneira como ela responde ao que não é atraente!

Autor Desconhecido.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009


Aceite as coisas como elas são

Espero que você possa aceitar as coisas como elas são.
Sem pensar que tudo conspira contra você,
Porque parte de nós é entendimento…
Mas a outra parte é aprendizado…

Que você possa ter forças para vencer todos os seus medos
E que, no final, possa alcançar todos os seus objetivos
Porque parte de nós é cansaço…
Mas a outra parte é vontade…

Que tudo aquilo que você vê e escuta possa lhe trazer conhecimento
Que essa escola possa ser longa e feliz
Porque parte de nós é o que vivemos…
Mas a outra parte é o que esperamos…

Que você possa aprender a perder sem se sentir derrotado
Que isso possa fazer você cada vez mais guerreiro …
Porque parte de nós é o que temos…
Mas a outra parte é sonho…

Que durante a sua vida você possa construir sentimentos verdadeiros
Que você possa aceitar que só quem soube da sombra, pode saber da luz…
Porque parte de nós é angústia…
Mas a outra parte é conforto…

Que você nunca deixe de acreditar
Que nunca perca sua fé
Porque parte de DEUS é amor…
E a outra parte também!
Desconheço o autor

domingo, 16 de agosto de 2009


Faça acontecer ...
Se você está insatisfeito com alguma coisa – mesmo que seja uma coisa boa que gostaria de realizar e não está conseguindo – pare agora! Se as coisas não andam, só existem duas explicações:
-Ou sua perseverança está sendo testada, ou você precisa mudar de rumo.
Para descobrir qual das opções é correta – já que são atitudes opostas .
Use o silêncio.
Aos poucos as coisas vão ficando misteriosamente claras, até que você tenha força suficiente para escolher. Uma vez tomada a decisão, esqueça por completo a outra possibilidade. E siga adiante.

Disse Domingos Sabino: “Tudo sempre acaba bem no final. Se as coisas não estão bem, é porque você ainda não chegou ao final”.
(texto de Paulo Coelho, em “Maktub”)

domingo, 9 de agosto de 2009



Na Romênia, um homem dizia sempre a seu filho:- "Haja o que houver, eu sempre estarei ao seu lado".

Houve, nesta época um terremoto de intensidade muito grande, que quase arrasou as construções lá existentes nesta época.
Estava nesta hora este homem em uma estrada.
Ao ver o ocorrido, correu para casa e verificou que sua esposa estava bem, mas seu filho nesta hora estava na escola. Foi imediatamente para lá. E a encontrou totalmente destruída. Não restou, uma única parede de pé...
Tomado de uma enorme tristeza ficou ali ouvindo, a voz feliz de seu filho e sua promessa. ( não cumprida)
..." Haja o que houver: eu estarei sempre ao seu lado".
Seu coração estava apertado e sua vista apenas enxergava a destruição.
A voz de seu filho e sua promessa não cumprida o dilaceravam.Mentalmente percorreu inúmeras vezes o trajeto que fazia diariamente segurando sua mãozinha.O portão ( que não mais existia)...Corredor...Olhava as paredes, vendo aquele rostinho confiante...
...passava pela sala do 3º ano, virava o corredor e o olhava ao entrar. Até que resolveu fazer em cima dos escombros, o mesmo trajeto.Portão...Corredor...Virou a direita...E parou em frente ao que deveria ser a porta da sala. Nada! Apenas uma pilha de material destruído.Nem ao menos um pedaço de alguma coisa que lembrasse a classe.Olhava tudo... desolado... E continuava a ouvir sua promessa:- "Haja o que houver, eu sempre estarei com você".E ele não estava...
Começou a cavar com as mãos. Nisto chegaram outros pais, que embora bem intencionados, e também desolados, tentavam afastá-lo de lá dizendo: - Vá para casa. Não adianta, não sobrou ninguém.- Vá para casa.Ao que ele retrucava:- Você vai me ajudar?Mas ninguém o ajudava, e pouco a pouco, todos se afastavam.
Chegaram os policiais, que também tentaram retirá-lo dali, pois viam que não havia chance de ter sobrado ninguém com vida. Haviam outros locais com mais esperança.
Mas este homem não esquecia sua promessa ao filho, a única coisa que dizia para as pessoas que tentavam retirá-lo de lá era:- Você vai me ajudar ?Mas eles também o abandonavam.Chegaram os bombeiros, e foi a mesma coisa...- Saia daí, não está vendo que não pode ter sobrado ninguém vivo? Você ainda vai por em risco a vida de pessoas que queiram te ajudar pois continuam havendo explosões e incêndios.Ele retrucava :- Você vai me ajudar?- Você esta cego pela dor não enxerga mais nada. Ou então é a raiva da desgraça.- Você vai me ajudar?Um a um todos se afastavam.
Ele trabalhou quase sem descanso, apenas com pequenos intervalos, mas não se afastava dali.
5 hs / 10 hs / 12 hs/ 22 hs / 24 hs /30 hs...
Já exausto, dizia a si mesmo que precisava saber se seu filho estava vivo ou morto. Até que ao afastar uma enorme pedra, sempre chamando pelo filho, ouviu:- Pai ...estou aqui!Feliz, fazia mais força para abrir um vão maior e perguntou:- Você está bem?- Estou. Mas com sede, fome e muito medo.- Tem mais alguém com você?- Sim, dos 36 da classe, 14 estão comigo; estamos presos em um vão entre dois pilares. Estamos todos bem!Apenas se conseguia ouvir seus gritos de alegria. - Pai, eu falei à eles:- Vocês podem ficar sossegados, pois meu pai irá nos achar. Eles não acreditavam, mas eu dizia a toda hora... - "Haja o que houver, meu pai, estará sempre ao meu lado".- Vamos, abaixe-se e tente sair por este buraco.- Não! Deixe eles saírem primeiro...- Eu sei que haja o que houver... você estará me esperando!
(Esta história é verídica)
Feliz Dia dos Pais!!

domingo, 2 de agosto de 2009


quinta-feira, 30 de julho de 2009


Se...


Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria acesso ao sentimento de amar a vida dos seres humanos. A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo afora... Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem. A capacidade de escolher novos rumos. Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável: Além do pão, o trabalho. Além do trabalho, a ação. E, quando tudo mais faltasse, um segredo: O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída."

Mahatma Gandhi



sexta-feira, 17 de julho de 2009










A HISTÓRIA DO LÁPIS

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:
Visite: Mensagens, Papel de Parede, Videos - Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco?
E por acaso, é uma história sobre mim?

A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade.

Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando.

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
-Tudo depende do modo como você olha as coisas.

Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo:

“Primeira qualidade:

Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzí-lo em direção à Sua vontade”.

“Segunda qualidade:

De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.”

“Terceira qualidade:

O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é, necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça”.

“Quarta qualidade:

O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.”

“Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que, tudo que você fizer na vida irá deixar traços, procure ser consciente de cada ação”.

- Desconheço o autor.

domingo, 5 de julho de 2009





Unto teu ser com os óleos sagrados
do Meu Amor para que não te enrosques
nos espinhos dos teus dias...
Dou-te das cores e alegrias que nascem
da minha fonte para que não sintas
falta da Minha Bênção...
Banho-te nas águas azuis e profundas
da Minha Sabedoria para que resgates
a memória do que és feito...
Aconchego teu ser nas alturas
da Minha Perfeição e digo:
"liberta teu ser para que sejas livre como
o vôo do condor sobre as montanhas geladas;
para que não acostume com os vales escuros
da ilusão e sim com a luz da essência
que te foi dada, porque és o Meu Filho,
a "Minha Preciosidade".

" PRECIOSIDADE DE DEUS " (Autor Desconhecido)

quinta-feira, 25 de junho de 2009

FOTOS DE CURITIBA EM 03-06-2009
PARQUE BARIGUI


































































































































































domingo, 21 de junho de 2009


Sou merecedor



Mereço tudo o que é bom. Não uma parte, não um pouquinho,mas tudo o que é bom.
Agora me afasto de todos os pensamentos negativos, restritivos. Liberto e deixo ir todas as minhas limitações. Em minha mente, sou livre. Agora me transporto para um novo espaço de consciência, onde estou disposto a me ver de maneira diferente.
Estou decidido a criar novos pensamentos sobre mim mesmo e minha vida. Meu modo de pensar torna-se uma nova experiência.
Eu agora sei e afirmo que sou uno com o Poder de Prosperidade do Universo.
Assim, prospero de inúmeras maneiras. Está diante de mim a totalidade das possibilidades.
Mereço vida - uma boa vida.
Mereço amor - uma abundância de amor.
Mereço boa saúde.
Mereço viver - com conforto e prosperar.
Mereço alegria e felicidade.
Mereço a liberdade - de ser tudo o que posso ser.
Mereço mais do que isso. Mereço tudo o que é bom.
O Universo está mais do que disposto a manifestar minhas novas crenças.
Aceito essa vida abundante com alegria, prazer e gratidão, pois sou merecedor.
Eu a aceito; sei que é verdadeira.
Sou grato a Deus - por todas as bênçãos que recebo.

Autoria: Louise L. Hay

domingo, 14 de junho de 2009



ESTOU NUMA JORNADA INFINITA PELA ETERNIDADE


Na infinidade da vida, tudo é perfeito, único e completo.
O ciclo da vida também é pefeito, único e completo.
Existe um tempo para começar, um tempo para crescer, um tempo para ser, um tempo para cansar e um tempo para partir.
Tudo isso faz parte da perfeição da vida.
Eu percebo isso como algo natural e, apesar de me entristecer em alguns momentos, aceito esse ciclo e seus ritmos.
Algumas vezes há um fim abrupto no meio do ciclo, o que faz com que me sinta perdido e ameaçado, como quando alguém morre de repente ou alguma coisa importante é destruída. Porém, eu sei que a vida está sempre mudando. Não há começo nem fim, somente um fluxo contínuo de substância e experiência.
A vida nunca está presa ou estática, já que cada momento é sempre novo e fresco. Cada fim é um novo ponto de partida. UM NOVO RECOMEÇO!


Do livro: " SABEDORIA PARA VIVER BEM ."(LOUISE HAY)

Editora Sextante.








sábado, 13 de junho de 2009



Dia dos namorados


E eis que chega, outra vez. Hoje haverá muitas flores, perfumes, presentes.

Jantares à luz de velas, abraços, expectativas.

O que será que ele me reserva, neste dia? Será que ela me surpreenderá de alguma forma especial?

Sim, embora esse apressar das coisas que vivemos no mundo, de muitos ficares, de conquistas apressadas e descomprometimentos, o amor continua na moda.

E basta se anunciar o Dia dos namorados para que o coração bata diferente.

O que será, desta vez? Ano passado, a gente nem estava junto e ele lembrou de me dar um presente. E este ano, como será?

O que eu poderia fazer, desta vez, para ser diferente? Já dei flores, já enviei cartão, já comprei perfume. Preciso pensar...

A origem do Dia dos namorados remonta ao século III da nossa era.

Conta-se que, durante o governo do Imperador Cláudio II, este proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército.

Cláudio acreditava que se os jovens não tivessem família, se alistariam com maior facilidade.

Apesar disso, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do Imperador. Seu nome era Valentim e as cerimônias eram realizadas em segredo.

A prática foi descoberta, Valentim foi preso e condenado à morte.

Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que eles ainda acreditavam no amor.

Entre as pessoas que deram mensagens ao bispo estava uma jovem cega: Assíria, filha do carcereiro.

Com a permissão do pai ela visitou Valentim na prisão. Os dois acabaram se apaixonando.

O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: De seu Valentim, expressão que passou a significar De seu amor, De seu apaixonado.

Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro de 270 d.C.

A partir de então, o dia de São Valentim, 14 de fevereiro, passou a ser tido como o Dia dos namorados.

Outra versão afirma que o costume de enviar mensagens amorosas, neste dia, não tem qualquer ligação com o santo, datando da Idade Média, quando se acreditava que o dia 14 de fevereiro assinalava o princípio da época de acasalamento das aves.

De toda forma, o mais importante é a manifestação do amor. É ter um dia, para aqueles de nós que andamos esquecidos de como é importante demonstrar que se ama.

Um dia para aqueles que adoram demonstrar que amam. Um dia para todos os casais namorados, noivos, casados.

Um dia especial para lembrar de como é bom amar. Como é bom ter alguém ao seu lado para dar e receber carinho.

E nesse dia, é bom recordar os tempos felizes de um início de namoro, de casamento.

E, se houverem rugas, que sejam desfeitas, com um abraço, um beijo, flores e ternura.

Porque, afinal é maravilhoso ter alguém para amar.



E não esqueçamos que o essencial é:
- a cumplicidade, o carinho, o respeito. É o caminhar juntos... porque presente nenhum ocupam esses lugares.





Felicidades à todos!!! e Viva o Amor!



ﻼჱﻼჱ
╠════════ﻼჱﻼჱ
╠════════════════ﻼჱﻼჱ
╚════════════════════════════════ﻼჱﻼჱ

No Brasil, a data do Dia dos namorados é comemorada a 12 de junho, por ser a véspera do dia 13, dia de Santo Antônio.

É que Santo Antônio tem tradição de casamenteiro. Provavelmente, por suas pregações a respeito da importância da união familiar que, na época, era combatida pelos cátaros.

Redação Momento Esp.
Em 12.06.2009.

domingo, 24 de maio de 2009

o caçador de borboletas


sorridente, ao nascer do dia,
ele sai de casa com a sua rede.
vai caçar borboletas, mas fica preso à frescura do rio que lhe mata a sede ou ao encanto das flores do prado.

Vê tanta beleza à sua volta,

que esquece a rede em qualquer lado e antes de caçar já foi caçado.
À noite, regressa a casa cansado
e estranhamente feliz...
porque a sua caixa está vazia,
mas diz sempre, suspirando:

Que grande caçada e que belo dia!
Antes de entrar, limpa as botas
num tapete de compridos pêlos
e sacode, distraído,
as muitas borboletas de mil cores
que lhe pousaram nos ombros, nos cabelos.

Álvaro Magalhães
O reino perdido

domingo, 17 de maio de 2009



Olá... estou lendo um livro que só o título já despertou toda minha atenção; não procuro me basear pelo título; ou pela imagem.... mas a questão no momento era: -precisava me deliciar com um livro e foi esse que apontou para mim. Oi estou bem aqui!!! rsrs o nome dele é: "COMER REZAR AMAR" de Elizabeth Gilbert.
Aqui vai uma breve sinopse.

"Buscando tempo e espaço para descobrir quem era e o que realmente queria, Liz Gilbert livrou de tudo, demitiu-se do emprego e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo - sozinha.
Seu objetivo era visitar três lugres onde pudesse examinar um aspecto de sua própria natureza. Em Roma, estudou a arte do prazer.
aprendeu italiano e engordou os 11 quilos mais felizes de sua vida.
Na Índia se dedicou à arte da devoção e, com a ajuda de uma guru local e de um caubói texano surpeendentemente sábio, ela embarcou em quatro meses de contínua exploração espiritual.
Em Bali, estudou a arte do equilíbrio entre o prazer mundano e a transcendência divina. Tornou-se discípula de um velho xamã, e também se apaixonou - por um brasileiro!-da melhor maneira possível: inesperadamente.
Comer, rezar, amar fala sobre o que pode acontecer quando você assume a responsabilidade por seu próprio contentamento e pára de tentar viver seguindo os ideais da sociedade.
Certamente irá emocionar qualquer pessoa que se abra para a inesgotável necessidade de mudança".

~~~~****~~~~

Agora eu preciso ir.... a leitura me chama!
ahhh... e se você se identificou com algo aí; então vale a pena ler! é muito legal estou conhecendo vários lugares, costumes, pessoas etc e tal...Porque ela tem um jeito irreverente e divertido de falar sobre tudo.

Até mais! Nana.